Exclusivo "O meu grande objetivo é levar novas pessoas para a cozinha"

Filipa Gomes está de volta à televisão, de onde nunca se afastou. Um novo programa no canal 24 Kitchen onde reaviva memórias de receitas apontadas sem método em cadernos e agendas.

Que tipo de receitas são as que reuniu para o novo programa?
Reuni as que fui escrevendo ao longo do tempo em vários cadernos e agendas. O conceito de escrever receitas em cadernos é algo familiar a quase toda a gente. Eu própria gostava de ter um único caderno para reunir todas as receitas (risos) mas ando sempre a mil e de um lado para o outro e não consigo, daí surgiu o nome do programa Cadernos da Filipa. Nele tanto vão ver receitas que a minha mãe me deu como algumas mais recentes do tempo dos confinamentos.

Teve um grande sucesso, sobretudo nas redes sociais, com os vídeos Pãodemia durante o confinamento. Foi uma forma de lidar com o isolamento? Como tem lidado com a pandemia desde então?
Nos confinamentos andei um pouco contra a corrente da maioria das pessoas. Tive a sorte de trabalhar muito durante esses períodos, sobretudo porque consegui continuar a cozinhar no meu estúdio. Foi uma gestão familiar, com o meu namorado, para tomar conta das crianças enquanto se trabalhava. Mas consegui fazer muita coisa desde parcerias com marcas à partilha de receitas e dicas a título pessoal. Senti que as pessoas estavam a precisar de ideias e receitas novas, porque estiveram muito mais ligadas às redes sociais e passaram a cozinhar muito mais. Aliás, uma das coisas boas da pandemia foi o facto de muitas pessoas terem descoberto a cozinha, não só pela necessidade, mas também porque descobriram que tinham talento. Mas, claro, não existiram só coisas boas. Houve muita gente que ficou saturada de cozinhar. Uma coisa é fazê-lo para os amigos ao fim de semana, outra coisa é todos os dias. Porque não é só o prato perfeito e a foto instagramável, depois também há loiça para lavar...

Mais Notícias

Outras Notícias GMG