Mercedes-EQ Lounge. A casa que é exemplo de sustentabilidade para o mundo

Ponto de encontro sustentável para entusiastas do surf e dos automóveis, o Mercedes-EQ Lounge, na Nazaré, é declaração de intenções da marca alemã na sua estratégia.

Quando o "embaixador" Garrett McNamara domesticou o temido canhão da Nazaré em 2011, obtendo o recorde de maior onda surfada até então, a vila piscatória ganhou destaque mundial e chamou para as suas águas muitos outros desportistas sedentos de adrenalina. Mas, mais do que isso, permitiu à Nazaré ganhar uma nova energia, que é agora explanada no Mercedes-EQ Lounge, um projeto totalmente focado na sustentabilidade que permite à Mercedes-Benz (e à sua submarca EQ) reforçar o seu vínculo à área do desporto, nomeadamente à do surf (da qual tem sido uma apoiante), e dar maior visibilidade à sua estratégia de sustentabilidade, indo além dos automóveis sem emissões.

O resultado é um espaço que, sem grandes investimentos financeiros, se tornou num exemplo de economia circular, com a companhia alemã a declarar que "reciclar e reutilizar foram palavras de ordem", servindo de conceitos transversais a todo o projeto desde a seleção de materiais à decoração.

Desta forma, paredes, bancos, mesas, jardins, portas e janelas no interior foram pensados com recurso a materiais reciclados provenientes da própria construção original, que remonta ao princípio do século passado, ou da comunidade piscatória. Foi, aliás, da população local que a Mercedes-Benz recebeu dicas valiosas quanto a materiais e objetos descartados posteriormente reutilizados no EQ Lounge, como as madeiras provenientes de embarcações, os restos de cabos náuticos que deram à costa, bem como madeiras provenientes de florestas sustentáveis, rolhas de cortiça e até cintos velhos.

De forma complementar, este espaço, que contou também com a visão de McNamara na sua conceção, privilegia a eficiência energética, recorrendo a energias renováveis em larga escala: as águas quentes sanitárias resultam de painéis fotovoltaicos, enquanto o aquecimento do interior é feito a partir de uma salamandra e o abastecimento de água às zonas técnicas e para a rega é proveniente do reaproveitamento das águas pluviais.

Fazendo a ligação com o universo dos automóveis, há também quatro postos de carregamento para elétricos, sendo aqui dado mais um exemplo de reaproveitamento. A energia dos painéis fotovoltaicos que não é utilizada é armazenada numa bateria de grandes dimensões de uma das primeiras unidades do Classe B 100% elétrico, que é utilizada agora numa segunda vida.

A ideia deste espaço é que possa ser também utilizado como um local de debate e de partilha de experiências em torno de temas como a proteção dos oceanos, reutilização de baterias elétricas, economia circular ou a formação da comunidade para desenvolvimento sustentável. Para a rede de concessionários da marca germânica, servirá ainda de palco para eventos exclusivos com lotação até 50 pessoas no interior. Sem planos imediatos para replicar o conceito do EQ Lounge noutros pontos do país, o espaço da Nazaré é encarado, no entanto, como um exemplo evidente do ideal de sustentabilidade.

pjunceiro@globalmediagroup.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG