Honda HR-V apenas híbrido

Eletrificado A Honda prevê que todas as suas gamas estejam eletrificadas em 2022, dando mais um passo rumo a esse objetivo com o novo HR-V, que chegará a Portugal no último trimestre deste ano.

A Honda dá continuidade à conversão da sua gama para versões mais ecológicas, tendo por objetivo oferecer a totalidade dos modelos apenas com motorizações eletrificadas (ou híbridas ou 100% elétricas), alcançando dessa forma uma maior sustentabilidade ambiental na Europa.

Assim, depois do CR-V e do Jazz, a mais recente geração do HR-V surgirá apenas em versão híbrida e:HEV, descartando os motores unicamente a gasolina. Ainda sem detalhes finais em matéria de potência, o HR-V de terceira geração irá recorrer a uma solução i-MMD de dois motores elétricos e um térmico, com este último a servir muito mais de "apoio" ao motor elétrico de tração do que de meio primordial de locomoção. Esta solução procura oferecer maior eficiência e consumos mais baixos, sobretudo em trajetos urbanos.

Em termos de imagem, o HR-V recorre a uma linha de perfil ao jeito "coupé", com superfícies muito limpas, pautando-se pela ausência de arestas e vincos, apenas sobressaindo uma linha de carácter logo abaixo dos vidros. Na dianteira, a grelha de grandes dimensões destaca-se, enquanto na traseira a lógica mais horizontal também marca presença, voltando a apostar numa filosofia muito limpa.


Interior mais avançado e funcional

Por dentro, o SUV da Honda irá apostar numa melhoria dos materiais e da funcionalidade, tirando partido da eficaz arrumação dos componentes híbridos e respondendo a algumas das principais críticas do modelo anterior. O tablier apresenta agora uma configuração mais horizontal, com o ecrã tátil central no topo para melhor visualização, ao passo que as saídas da climatização estão também dispostas a toda a largura do tablier, com comandos rotativos nas duas extremidades junto às portas. Mantiveram-se, ainda, muitos comandos físicos, por exemplo, para o ar condicionado, para uma maior sensação de facilidade de utilização.

Para garantir que a modularidade não é afetada, a Honda mantém o sistema de "bancos mágicos" atrás, que permite o levantamento dos assentos rumo às costas dos bancos para libertar o piso plano nos lugares traseiros e permitir o transporte de objetos mais altos.

O novo HR-V irá complementar a gama eletrificada da marca, já composta pelo Honda e, CR-V Hybrid e Jazz, a que se juntará ainda a nova geração do Civic, cuja revelação irá acontecer ainda em 2021.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG