Balões de ar quente regressam à Beira Baixa para promover o território

"Durante seis dias, 15 a 20 balões oriundos de vários países irão colorir o céu da Beira Baixa, demonstrando que os voos turísticos em balão de ar quente são um contributo para o desenvolvimento turístico da região", lê-se na nota.

A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) vai promover a segunda edição de voos de balão de ar quente, de dia 25 a dia 30, para promover o território através da natureza, cultura e gastronomia.

Numa nota de imprensa esta segunda-feira divulgada, a CIMBB explicou que a segunda edição do evento de balonismo "Voar na Beira Baixa" realiza-se no âmbito do projeto "Beira Baixa: 3 Dias 3 Experiências".

"Durante seis dias, 15 a 20 balões oriundos de vários países irão colorir o céu da Beira Baixa, demonstrando que os voos turísticos em balão de ar quente são um contributo para o desenvolvimento turístico da região", lê-se na nota.

Segundo a informação, os balões de ar quente iniciam o seu percurso em Penamacor e seguem depois para Idanha-a-Nova, Castelo Branco, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova e Oleiros.

Ao longo destes dias cada município [da CIMBB] irá assistir ao voo livre dos balões e realizar batismos de voo em balão estático entre as 08:00 e as 10:00", acrescentou.

Em simultâneo, vai decorrer a realização de jogos tradicionais portugueses, cuja participação é gratuita e aberta ao público, e vão ser também organizados passeios de BTT e pedestres.

O evento inclui ainda a realização do 'Night Glow', um espetáculo de luz e som, onde os balões sincronizam os seus queimadores ao ritmo da música.

"A realização do evento procura contribuir para posicionar a Beira Baixa, gradualmente, como um dos centros do balonismo português e, por conseguinte, contribuir para a qualificação e valorização turística do potencial endógeno diferenciador da região", concluiu a organização.

A CIMBB integra os municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão, e tem como missão potenciar e promover o desenvolvimento da sub-região, otimizando e defendendo os interesses comuns dos seus municípios, por forma a reforçar a identidade conjunta do território.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG