Exclusivo 1900, 1908 e 1927. Três vinhos do Porto raros celebram os 265 anos da Real Companhia Velha

Uma caixa especial reúne o melhor de três emblemáticos anos da história de quase três séculos desta casa

A data exata da fundação é 10 de setembro de 1756, dia em que foi publicado o alvará régio de D. José I, rei de Portugal, mas este é um ano de celebração para a Real Companhia Velha que assinala 265 anos de vida e acaba de lançar um trio de vinhos do Porto raros, de três anos emblemáticos - 1900, 1908 e 1927.

O presidente e master blender da casa, Pedro Silva Reis, diz ao DN que a ideia foi selecionar "os melhores vinhos das primeiras três décadas do século XX que fazem parte do espólio da Real Companhia Velha". Estes, garante, fazem parte do lote restrito de colheitas que "se vão revelando excecionais e que, ao longo dos tempos, se vai percebendo que vale a pena guardar para a posteridade".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG