Sonda com robô humanoide russo a bordo chegou à Estação Espacial Internacional

O primeiro robô humanóide russo tem 1,80 metros de altura e pesa160 quilos. Vai aprender a ajudar os astronautas da estação espacial.

A sonda russa Soyuz MS-14 atracou esta terça-feira na Estação Espacial Internacional (ISS) com o humanóide Fedor a bordo, após uma tentativa falhada no sábado, informou o Centro de Controlo de Voos Espaciais da Rússia (CCVE).

"Contacto confirmado, acoplagem confirmada", anunciou um comentador da rede de televisão NASA TV, da Agência Espacial Americana, citado por agências internacionais.

A operação de acomplagem da Soyuz à ISS deu-se pouco depois das 03:00 desta madrugada, a 418 quilómetros de altitude sobre o leste da Mongólia.

Fedor é o primeiro robô humanoide a ser enviado para o espaço pela Rússia e deverá ficar na ISS até 7 de setembro, a fim de aprender a ajudar os astronautas na estação espacial.

Com um corpo antropomórfico prateado, Fedor mede 1,80 metro de altura e pesa 160 quilos. O nome corresponde ao acrónimo "Final Experimental Demonstration Object Research" e refere-se à designação russa Fyodor.

O robô tem contas nas redes sociais Instagram e Twitter, que detalham o seu quotidiano com situações como a de aprender a abrir uma garrafa de água.

Fedor chegou à ISS com mais de 600 quilos de alimentos e outros bens essenciais para o cosmonauta russo Alexander Skvortsov e os astronautas Andrew Morgan (EUA) e Luca Parmitano (Itália).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG