Nova estirpe detetada no Reino Unido pode espalhar-se mais rapidamente

Epidemiologistas do Reino Unido identificaram uma nova variante da covid-19 e alertam que esta se pode espalhar mais rapidamente dos restantes tipos já detetados.

Uma nova variante da covid-19 identificada no Reino Unido pode espalhar-se mais rapidamente, alertou este sábado Chris Whitty, epidemiologista e conselheiro científico do governo britânico. Acrescentou que estão no terreno para confirmar se esta nova variante tem uma taxa de mortalidade mais alta que as outras estirpes já detetadas.

"Conforme anunciado na segunda-feira, o Reino Unido identificou uma nova variante de covid-19 por meio da vigilância genómica da Public Health England (instituto de saúde inglês), disse o médico em comunicado, citado pela agência Reuters. Sublinha: "Como resultado da rápida disseminação da nova variante, dados preliminares às taxas de incidência e ao rápido aumento das infeções no sudeste do país, o Grupo Consultivo de Ameaças de Novos Vírus Respiratórios Emergentes (NERVTAG) concluiu que esta a nova variante se pode espalhar mais rapidamente".

Whitty diz que a informação foi passada à Organização Mundial da Saúde (OMS) e que continuam a analisar os dados disponíveis para melhorar compreensão desta nova realidade.

Segunda-feira, a OMS tinha avançado com a informação da existência uma nova variante da covid-19, salientando que ainda não há provas de que esta estirpe se comporte de maneira diferente dos restantes tipos do vírus já detetados.

A África do Sul também fala numa nova variante do vírus que afeta principalmente pacientes mais jovens.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG