Nasceu em Itália um cão verde e o dono chamou-lhe Pistacchio

Fenómeno raro acontece quando cachorros de cor clara entram em contacto com a biliverdina, um pigmento verde encontrado na bílis.

O criador de ovelhas italiano Cristian Mallocci já tinha visto muitas coisas nos seus rebanhos, mas não estava preparado para ver a sua cadela, Spelacchia, dar à luz um cachorro de cor verde.

No início deste mês, a cadela deu à luz uma ninhada de cinco filhos, quatro dos quais brancos como ela. O último, porém, estava coberto de pelos... verdes.

Enquanto o resto da ninhada, nascida a 9 de outubro na ilha italiana da Sardenha, está para adoção, o pequeno Pistacchio ficará com Mallocci e a sua família e já está a fazer furor nas redes sociais.

"Vamos ficar com ele. Ele chegou num momento sombrio, mas vai trazer sorte", disse o fazendeiro à CNN.

Embora este seja um fenómeno raro, por vezes acontece. Em janeiro, no estado norte-americano da Carolina do Norte, uma cadela da raça pastor-alemão branca deu à luz um filho de uma cor também verde, tanto que os donos mais tarde lhe chamaram Hulk, numa alusão ao super-herói. Em 2017, um cão da raça golden retriever, também nasceu na Escócia com tons esverdeados.

Acredita-se que este fenómeno raro aconteça quando os cães de cor clara entram em contacto com a biliverdina, um pigmento verde encontrado na bílis. É o mesmo pigmento que faz os hematomas ficarem verdes. A cor, porém, desaparece com o tempo.

Segundo Mallocci, o veterinário da sua cadela disse-lhe que "durante o período de gestação, a biliverdina mistura-se com o líquido amniótico da placenta, manchando o filho mais fraco".

Mais Notícias