Gatos reconhecem os seus nomes... mas não ligam muito

Estudo realizado no Japão confirma que estes felinos têm uma (leve) reação quando os seus nomes são pronunciados

Vários estudos já demonstraram que animais como cães, golfinhos ou papagaios são capazes de reconhecer os seus nomes e outras vocalizações humanas. Mas em relação aos gatos - por mais que muitos donos jurem a pés juntos que o fazem - as opiniões especializadas dividem-se.

Um novo estudo, conduzido por Atsuko Saito, da Universidade Sophia, do Japão, e citado pelo The Guardian, vem agora sugerir que, de facto, estes felinos conseguem distinguir os seus nomes entre outras palavras. Mas as reações são ténues, não indo muito além de um arrebitar de orelha ou um leve movimento da cabeça.

Por outras palavras, por entre uma parafernália de palavras, os gatos conseguem reconhecer o nome. Mas esse facto não é suficiente para lhes gerar grande entusiasmo. Uma conclusão que acaba por ser consistente com outros estudos que indicam, por exemplo, que um gato consegue perfeitamente distinguir a voz do dono entre as de estranhos mas que esse facto por si só não basta para lhe motivar grande reação.

Conclusão que, provavelmente, será enfaticamente desmentida por muitos donos deste felino de personalidade independente.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG