Como detetar pessoas tóxicas (10 conselhos de uma especialista)

Como saber se uma pessoa é ou não tóxica? Margarida Vieitez, especialista em mediação familiar e de conflitos, ensina a ler os sinais, a perceber comportamentos e tiques, e o que fazer para afastar essas "sanguessugas emocionais"

Pessoas tóxicas por perto? Nem tudo está perdido, aprenda a ler os sinais. Margarida Vieitez, especialista em mediação familiar e de conflitos, partilha alguns conselhos para perceber se diante de si está ou não uma pessoa tóxica.

"Recorrendo a uma metáfora poderia dizer que pessoas tóxicas são "escuras", sem luz própria, que projetam nos outros, especialmente em quem está mais próximo, toda a sua frustração, insatisfação, ansiedade, negatividade, conflitos internos, falta de autoestima e de confiança e consequente insegurança", diz à NM.

"A maior parte tem uma criança desamparada, mal-amada e aflita dentro delas", acrescenta a autora dos livros SOS Manipuladores e Pessoas que nos Fazem Felizes. É fundadora do Espaço Família, do projeto LoveDoctors, e gere o site www.margaridavieitez.com.

Estes são os 10 conselhos para detetar pessoas tóxicas:

1. Aviso importante: pessoas tóxicas podem, no início da relação, assemelhar-se a mágicos e enfeitiçar quem neles confia ao ponto de fazerem acreditar que estamos perante o príncipe perfeito ou o redentor da infelicidade.

2. Pessoas tóxicas criam as mais variadas dependências e fazem o outro acreditar que precisam delas para sobreviver. Algumas são verdadeiras «sanguessugas emocionais» e podem fazer com que rapidamente se sinta esgotado psíquica, emocional e fisicamente.

3. Os sinais de alerta mais comuns, quando se está na presença de uma pessoa tóxica, vão desde ao cansaço extremo ao fim de pouco tempo, ansiedade e angústia inexplicáveis, irritação e falta de paciência, necessidade de fuga e até de respirar.

4. Em casos graves, quando há contacto com uma pessoa tóxica, podem surgir vómitos, dificuldades respiratórias, sono irregular ou insónias, falta de concentração e agitação, dores diversas e sistema imunitário fragilizado.

5. Comportamentos e tiques mais comuns: não existir espaço dentro delas para o outro, indiferença quanto às necessidades dos outros que passam a ser uma extensão delas próprias, manipulação e abuso emocional, crítica constante, culpabilização, não assumir responsabilidades, agressão psicológica, verbal e física.

6. Há mais comportamentos que desmascaram pessoas tóxicas: responsabilizar o outro pelo seu insucesso, insatisfação permanente, castigar, inferiorizar e desvalorizar as capacidades do outro, o desrespeito.

7. As insinuações à dignidade e integridade, os jogos de poder e jogos psicológicos, a maldade e a malícia, a comparação constante, e a inveja são também comportamentos típicos.

8. Em certas situações, e principalmente quando se trata de relações de grande proximidade, não se pode negar as evidências. Acredite nos seus juízos de valor e na sua intuição. Confie em si, nas suas capacidades, e naquilo que a sua mente e corpo lhe revelam para se livrar dessas pessoas.

9. Conversar com alguém da sua confiança, revelando-lhe o que está a viver e a sentir, é uma ajuda preciosa.

10. Afastar ou afastar-se dessa pessoa tóxica pode ser a única solução, independentemente de quem quer que seja.

Artigo publicado originalmente na Notícias Magazine a 12/01/2018.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG