A lama misteriosa numa ilha vulcânica que está a intrigar a NASA

Ilha foi descoberta em 2015 perto do arquipélago de Tonga e está coberta de lama e vegetação.

Foi descoberta há cerca de três anos uma nova ilha vulcânica no oceano que banha o arquipélago de Tonga, na Oceânia. Mas os cientistas da NASA aterraram lá pela primeira vez no passado mês de outubro e, segundo o The Guardian, o que encontraram deixou-os surpreendidos: a massa de terra está coberta por uma lama pegajosa, vegetação, e até já tem vida animal.

A descoberta foi reportada por Dan Slayback, do Centro de Voo Espacial Goddard e um dos especialistas que visitou o terreno, no blog da NASA. Antes da visita oficial da equipa, a ilha só tinha sido estudada através de imagens por satélite. Esperavam encontrar uma praia de areia preta, mas assim que aterraram depararam-se com um piso lamacento e coberto de cascalho moído. A NASA não sabe ainda de onde provém a lama misteriosa.

Quando os cientistas lá chegaram, descobriram também vegetação a criar raízes no solo, o que suspeitam ser fruto das sementes depositadas pelos pássaros que agora sobrevoam o terreno.

Slayback contou ao The Guardian que a visita tinha como intuito perceber como e por que razão se formam as novas ilhas. Ainda sem nome, esta é uma das três ilhas que emergiram nos últimos 150 anos e que sobreviveu até agora. Terá nascido do rebordo de uma caldeira submarina no início de 2015.

A equipa da NASA está a estudar o terreno através das amostras que recolheram no local e pretende regressar no próximo ano para uma investigação mais aprofundada.

Os cientistas estimam que a ilha sobreviva até 30 anos, antes de ser corroída pela pressão do oceano.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG