SIC e TVI recusam proposta da RTP e rompem negociações

Em comunicado, as estações privadas manifestam-se contra o "modelo de leilão entre as duas operadoras privadas" que dizem ter sido imposto pela RTP no que diz respeito ao sublicenciamento dos jogos do Mundial de Futebol 2014.

"A SIC e a TVI receberam a 21 de janeiro de 2014 uma proposta do Conselho de Administração da RTP relativa ao sublicenciamento dos jogos do Mundial de Futebol 2014, direitos de transmissão detidos pela estação pública de televisão. A proposta endereçada pelo Conselho de Administração da RTP pretende impôr, desde logo, um modelo de leilão entre as duas operadoras privadas, postura que a SIC e a TVI rejeitam liminarmente", começa por dizer a nota enviada esta sexta-feira às redações.

Na mesma, as estações privadas de televisão acusam a estação pública de parecer "estar mais interessada em controlar a concorrência dos privados do que em proporcionar o acesso livre da integralidade dos jogos do Mundial a todos os portugueses". "Em vez do leilão que a RTP propõe, a SIC e a TVI defendem uma repartição, em igualdade de circunstâncias, entre os três operadores".

SIC e TVI apontam ainda a exclusão da "possibilidade de exibirem qualquer jogo da Seleção de Portugal, em qualquer das fases da competição", contrariando assim a "postura que os três operadores de televisão em sinal aberto adotaram ultimamente, em matéria de eventos desportivos, num esforço que permite reduzir custos".

"Face à intransigência da RTP em abdicar deste modelo que propõe, a SIC e TVI decidiram romper todas as negociações com a RTP com vista a uma partilha de custos do Mundial de Futebol de 2014", adiantam.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG