Programa fica sem patrocinio por "atitudes machistas"

Na semana em que uma concorrente do reality show Campamento de Verano, alérgica a chocolate, recebeu, de biquíni vestido, um banho de cacau. A Burguer King decidiu retirar o apoio publicitário do formato.

"Não queremos estar relacionados com nenhum formato que apresente atitudes machistas, que denigra alguém ou que possa ferir a sensibilidade dos espectadores". Foi esta a decisão tomada pelo Burger King, após a polémica emissão de Campamento de Verano, nesta segunda-feira.

De acordo com o jornal espanhol El Pais, o episódio do programa da Telecinco,que coloca 12 celebridades a viver sem qualquer tipo de luxos, gerou a discussão em Espanha, depois da ex concorrente de Big Brother, Noemí Merino, ter levado um banho de chocolate em direto, em biquíni, mesmo depois de advertir que era alérgica ao alimento.

"Parece-me muito mal que me queiram retratar como rapariga porno. Não gostei da imagem que quiseram dar de mim", defendeu-se a concorrente de Campamento de Verano.

Rapidamente, surgiu uma petição online no site Hazte Oír, que já conta com mais de 20 mil assinaturas, pedindo aos principais patrocinadores do programa (ING Direct, Minute Maid, Amena, Burger King, McDonalds, Orange) que retirassem os seus apoios. "Utilizar mulheres para ganhar audiência, utilizar o sexo como um espectáculo pornográfico ou exibir modelos de comportamentos indignos são instrumentos que o Telecinco usa para ganhar audiência e faturar com a publicidade", podia ler-se na petição.

A Burger King foi a primeiro a retirar o apoio, aproveitando para "enviar o seu apoio aos concorrentes que tenham vivido estas situações e às mulheres que se possam ter sentido ofendidas por estes conteúdos".

Entretanto, o formato já veio desculpar-se pelo sucedido, explicando que, "em momento algum, houve a intenção de ferir" Noemí Merino", mas sim "proporcionar um momento divertido".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG