Jornalista da SIC revisita documentário da mãe

Sofia Pinto Coelho volta a pegar num documentário da mãe, Maria Filomena Mónica, sobre educação, que é exibido esta quinta-feira à noite no Jornal da Noite.

"Pensei que seria constragedor para as duas, mas não, acabou por ser normal. Foi fácil." É desta forma que a socióloga Maria Filomena Mónica descreve ao DN o que sentiu ao colaborar com a filha, a jornalista da SIC Sofia Pinto Coelho, na grande reportagem Destinos, que o Jornal da Noite emite nesta quinta-feira.

A ideia desta reportagem, partiu de um trabalho sociológico de Maria Filomena Mónica. Tudo começou há 40 anos, por altura do 25 de Abril, quando a socióloga "teve a ideia de fazer um documentário e escolheu cinco miúdos que representassem origens sociais muito diferenciadas, para tentar perceber se a escola podia ser um trampolim social". "De vez em quando falávamos dele e há 20 anos agarrei nos miúdos, não sabia onde é que eles estavam. Só tinha o primeiro nome e algumas pistas e foi mais até um trabalho de descoberta deles. Fui ver como estavam e mostrei-os numa reportagem da SIC", relata a jornalista.

Duas décadas depois de ter pegado no trabalho da mãe, Sofia Pinto Coelho voltou a fazê-lo e foi falar com os protagonistas da reportagem. "Fi-lo outra vez com a curiosidade de haver aqui alguma afinidade, porque as etapas de crescimento deles são iguais às minhas etapas de crescimento. Eu também estou com 50 anos", descreve a repórter da SIC.

Leia mais na edição impressa ou no epaper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG