João Fernando Ramos exonerado da chefia da RTP Porto

O pivô da RTP pôs cargo à disposição depois de se opor à forma como o diretor de Informação, Paulo Ferreira, conduziu processo de avaliação. João Fernando Ramos foi afastado na sexta-feira.

O jornalista e pivô do Jornal das 19, da RTP Informação, foi afastado das suas funções de editor executivo na chefia do Porto depois de ter colocado o seu cargo à disposição, por discordar da forma como o diretor de Informação, Paulo Ferreira, conduziu o processo de avaliações internas tendentes a criar uma lista de mobilidade.

A tensão na televisão pública tem subido de tom nos últimos dias depois de ter sido retirada, pelos jornalistas da RTP, a confiança na direção de informação. Uma moção que foi aprovada após dois plenários. Na quinta-feira, a equipa de Paulo Ferrreira recebeu um voto de confiança das chefias e coordenadores em Lisboa, mas no Porto não houve consenso.

Tanto João Fernando Ramos como Duarte Valente, coordenador do Jornal da Tarde, puseram o lugar à disposição, o que foi aceite na sexta-feira. "Eu era editor-executivo e não sabia da existência de qualquer lista que estava a ser elaborada. Em consciência coloquei o meu lugar à disposição e a direção de Informação deixava de contar comigo nestas funções, que são de confiança. É uma questão de coerência", justificou o pivô ao DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG