'Cosmos' regressa em 2014 à televisão

Formato de culto e sucesso global de Carl Sagan, de 1980, ganha nova vida em 2014 pela mão da sua viúva e Neil deGrasse Tyson

Restaurar o interesse, a divulgação e o financiamento científico. É esta a missão de Cosmos: A Spacetime Oyssey, a nova versão da série de culto criada pelo astrofísico Carl Sagan, Cosmos: Uma Viagem Pessoal, em 1980, e que se tornou num sucesso mundial. Agora, 33 anos depois, a viúva do vencedor de um prémio Pulitzer decidiu retomar o legado com o regresso da série sobre o ABC do universo, na qual será a autora, e que se estreia na primavera de 2014, em simultâneo nos canais Fox e National Geographic.

"Quando foi a última vez que um canal privado teve um programa de ciência? Nem me consigo recordar! ", explicou Ann Druyan, acrescentando estar "de coração partido" com a atual falta de investimento científico nos EUA. Na nova versão de Cosmos, que contará com a ajuda da mais recente tecnologia para efeitos especiais, o astrofísico Neil deGrasse Tyson tomará o lugar de Carl Sagan como narrador.

A Cosmos original, de 1980, foi transmitida em mais de 60 países e vista por mais de 500 milhões de espectadores no mundo, tendo-se até tornado na série mais vista na história da PBS, estação pública dos EUA.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG