Bernardo Bairrão: "Não há pessoas insubstituíveis"

Administrador da Media Capital deseja sorte a Júlia Pinheiro na SIC, mas reserva elogios a profissionais da TVI.

Um mês depois da apresentadora de televisão Júlia Pinheiro se ter estreado na SIC com o programa Querida Júlia, Bernardo Bairrão, administrador da Media Capital, dirige elogios à ex- apresentadora da TVI mas atira, sem reservas, "não há pessoas insubstituíveis".

"A Júlia é uma grande profissional e estou certo que irá fazer um grande programa, mas vou torcer pelos nossos. Infelizmente, não posso ser sincero e dizer que desejo que o programa seja um grande sucesso de audiências. Espero, sim, que os nossos continuem a ser líderes", afirmou o responsável do canal de Queluz de Baixo, acrescentando "Não há pessoas insubstituíveis. Acho que há, sim, pessoas muito difíceis de substituir".

A TVI conta com uma equipa de profissionais capaz de "continuar o trabalho de Júlia Pinheiro" afirma ainda o administrador da Media Capital: "Gosto pouco de falar de quem saiu. Gosto muito mais de falar das pessoas que entraram. Acho que fizemos reforços na casa que facilitam a continuação do trabalho que a Júlia fazia".

Recorde-se que a apresentadora Júlia Pinheiro deixou a TVI após oito anos de colaboração com a estação da Prisa. A 14 de Março conduziu a primeira emissão do programa das manhãs da SIC, Querida Júlia. Para Maio está prevista a estreia de Peso Pesado, a versão portuguesa de The Biggest Loser.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG