Fotógrafo da Global Imagens vence prémio

Artur Machado foi o único premiado na categoria Série de Retratos com Os Manifestantes.

Os vencedores do Prémio de Fotojornalismo Estação Imagem|Mora, que integra, além do galardão principal, sete categorias temáticas, foram hoje divulgados, numa cerimónia em Mora, Alto Alentejo.

Nesta 5.ª edição da iniciativa, que tem caráter anual, estiveram a concurso 386 reportagens, da autoria de cerca de 140 fotógrafos, entre os quais Artur Machado, fotojornalista da Global Imagem da Controlinveste (grupo ao qual pertence o DN), que arrecadou um dos prémios.

O principal galardão foi entregue a Mário Cruz, da agência Lusa, com uma reportagem sobre um centro de reabilitação que promove a integração social de pessoas com cegueira recente.

No que toca às categorias temáticas, Pedro Armestre venceu na de Notícias, com a reportagem On the Fire, acerca dos fogos florestais na Galiza (Espanha), em 2013. Mário Cruz, com Cheias no Reguengo do Alviela, e Monica Ferreirós, com Accidente de Tren, foram os 2.º e 3.º classificados, respetivamente, em Notícias.

Em Vida Quotidiana, o júri premiou duas reportagens de um mesmo fotógrafo, Rodrigo Cabrita, atribuindo o 1.º lugar a Aprender a Sobreviver e o 2.º a Semana de Praia para Idosos.

O fotógrafo José Ferreira, graças ao trabalho Body Language, foi o único premiado na categoria de Artes e Espetáculos, enquanto em Assuntos Contemporâneos o vencedor foi Bruno Simões Castanheira, com Portugal, a Antidemocracia do Empobrecimento, seguindo-se Tommaso Rada, com Os Últimos.

O júri escolheu dois galardoados para a categoria de Ambiente: Sérgio Rolando (Paisagem Multiplicada) e Agata Xavier (Inventário), nos 1.º e 2.º lugares, respetivamente.

O 1.º classificado em Desporto foi Bruno Simões Castanheira (Capeia Arraiana), tendo o 2.º lugar sido atribuído a Octávio Passos (Havai da Europa).

Além de todas estas reportagens, foi ainda atribuída a Bolsa Estação Imagem 2014 a Hermano Noronha, que vai desenvolver o projeto fotográfico Presente, para documentar o estado atual da memória sobre a Guerra do Ultramar no concelho de Mora.

Este ano, o júri do concurso foi presidido por Paolo Pellegrin, da agência Magnum, autor de vários livros e um dos fotojornalistas mais premiados a nível mundial.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG