CAEM rejeita recursos e pedidos de auditoria da TVI e RTP

A Comissão que reúne canais, anunciantes e agências de meios votou hoje, por maioria de 85%, não dar seguimento aos recursos da RTP e TVI sobre as audiências bem como a realização de uma auditoria vinculativa ao sistema de medição.

RTP e TVI viram esta manhã rejeitadas, por 85% dos votos em Assembleia Geral Extraordinária da Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM), os seus recursos às medições de audiências feitas pela GfK. Recorde-se que esta empresa realiza, desde março do ano passado, os estudos audimétricos do consumo televisivo em Portugal. Em causa está o facto de os canais acima referidos considerarem haver deficiências nas medições que têm vindo a ser feitas, levando à realização de uma auditoria no verão de 2011.

Ainda nesta reunião foi, diz o comunicado da CAEM, "rejeitada a proposta, igualmente feita pela Media Capital e RTP, de realização imediata de uma auditoria, vinculativa, ao sistema de medição".

Numa nota final, "espera a direção da CAEM que fiquem de vez sanadas todas as dúvidas que ainda pudessem subsistir" e espera agora "clima de confiança e estabilidade fundamental ao mercado".

A RTP diz que "não compreende a decisão tomada pela CAEM em chumbar a proposta de análise e verificação do Plano de Ação e Correção". No mesmo comunicado enviado às redações, a estação pública mantém "dúvidas relevantes" no painel da GfK e anuncia que "irá avaliar o impacto desta decisão bem como as medidas a tomar em defesa dos princípios da verdade e transparência".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG