"Já fiz tudo o que tinha a fazer na TVI"

De malas aviadas para o Porto Canal, que deverá dirigir a partir de 2012, o jornalista explica as razões da sua saída mais de dez anos depois de ter chegado à estação.

Doze anos depois de chegar a Queluz de Baixo, Júlio Magalhães prepara-se para deixar a TVI. A decisão ainda não está preto no branco, mas quase. "Ainda não está tudo certo porque há coisas a conversar, e por respeito à TVI, mas as coisas estão encaminhadas nesse sentido", começa por explicar o jornalista, de 48 anos, que a partir de 2012 deverá assumir o cargo de director-geral do Porto Canal.

Entre as razões que levam este portuense de coração nascido em Angola a estar mais do que inclinado para fechar o acordo com o canal do cabo, detido pelo FC Porto, é "o regresso definitivo a casa", depois de tantos anos e "milhares de quilómetros" entre Lisboa e a Invicta. "Depois, há o sonho de fazer a minha carreira a partir do Porto, porque uma das lutas que tive sempre foi a de fazer reconhecer em Lisboa que no Porto também há massa crítica."

Leia mais no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG