Foto retocada de Julia Roberts proibida

Duas campanhas a produtos cosméticos foram retiradas, no Reino Unido, porque usam fotos manipuladas por computador e que são enganosas para os consumidores.

As campanhas publicitárias, das marcas Lancôme e Maybelline, da empresa L'Oreal, mostram fotos da actriz Julia Roberts e da modelo Christy Turlington manipuladas por computador. A empresa admitiu que a imagem de Christy Turlington, a uma base "antienvelhecimento", foi alterada para "clarear a pele, limpar a maquilhagem, diminuir sombras escuras nos olhos, tornar os lábios mais lisos e escurecer as sobrancelhas". No entanto, a L'Oreal disse que a imagem refletia precisamente os resultados que o produto poderia ter na pele.

O anúncio da Lancôme, segundo a empresa, mostrava Julia Roberts na sua "pele naturalmente saudável e brilhante", adiantando que que o produto anunciado levou 10 anos a ser desenvolvido.

Segundo a entidade que baniu as imagens, ASA, a L'Oreal não foi capaz de mostrar exactamente até que ponto retocou as fotografias originais - um pré-requisito para anúncios de produtos cosméticos.

A decisão foi tomada em resposta à denúncia da deputada Jo Swinson, do partido Liberal Democrata britânico, que afirmou que as propagandas "não são representativas dos resultados que os produtos podem alcançar".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG