Financial Times retira-se do iPad e do iPhone

O Financial Times, um dos jornais de economia mais lidos do mundo, retirou hoje, quarta-feira, os seus programas para iPhone e iPad da loja virtual da Apple, por a gigante norte-americana da informática insistir no controlo dos dados dos assinantes da publicação.

Em causa, segundo noticia a Reuters, está o facto de a Apple exigir que todos os dados dos assinantes passem pela Apple Store, o que lhes permite captar valiosas informações pessoais dos clientes, bem como 30 por cento das receitas das assinaturas.

O jornal Financial Times tentava negociar com a empresa norte-americana um regime diferente, mas um compromisso não foi possível, adiantou àquela agência um porta-voz do jornal.

Segundo a mesma fonte, as assinaturas no iPad, o 'tablet' da Apple, representam um quarto das vendas totais do Financial Times.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG