'El País' retira edição com foto falsa de Chávez

O jornal espanhol 'El País' suspendeu hoje a distribuição da edição impressa, na qual tinha publicado uma imagem exclusiva, mas falsa, do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, hospitalizado há cerca de mês e meio em Cuba.

O 'El País' explicou o erro no sítio do jornal, numa nota publicada às 06:37 (05:37 em Lisboa), ou seja, depois da distribuição da primeira edição impressa do diário.

"Depois de ter constatado que a imagem fornecida não era a de Hugo Chávez, o 'El País' suspendeu a distribuição do jornal e procedeu à expedição de uma nova edição para os pontos de venda", de acordo com a direção do diário.

"O texto que acompanhava a foto sublinhava que o 'El País' não tinha conseguido verificar de forma independente as circunstâncias, o local e a data em que a foto tinha sido feita", sublinhou.

A imagem de um homem, entubado numa cama de hospital, permaneceu no sítio do diário durante cerca de 30 minutos. A direção do 'El País' acrescentou que a imagem foi fornecida pela agência noticiosa Gtres Online, identificada como sendo de Chávez.

Hugo Chávez está hospitalizado há sete semanas em Cuba, onde foi operado devido ao reaparecimento de um cancro na zona pélvica. A verdadeira situação de Chávez tem sido mantida em segredo, desencadeando vários rumores sobre as hipóteses de sobrevivência do presidente da Venezuela.

De acordo com a conta na rede social Twitter do ministro da Informação venezuelano, Ernesto Villegas, a foto terá sido tirada do vídeo de uma intervenção cirúrgica de outra pessoa, e publicada no sítio de partilha de imagens Bouture.

Veja o vídeo:

"Devido a este incidente, a edição impressa do jornal de 24 de janeiro poderá não estar disponível em alguns quiosques, tanto em Espanha, como no estrangeiro", disse o 'El País'.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG