Consulta urgente de cardiologia marcada para 2016

António Costa Cabral recebeu em casa uma carta do hospital a marcar uma consulta de cardiologia para daqui a um ano e meio, apesar de a sua médica ter feito o pedido com urgência.

Casos como o deste doente, que denunciou para ajudar outros que precisem, acontecem um pouco por todo o País, nomeadamente em Gaia ou em Aveiro. No primeiro semestre deste ano, uma em cada quatro primeiras consultas realizadas nos hospitais não cumpriu os tempos clinicamente aceitáveis. Hospitais justificam atrasos com a falta de pessoal médico e com os problemas de contratação. Este é um dos assuntos em destaque na edição impressa ou no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG