Cofina e Ongoing interessadas só em posição de controlo

A Cofina quer comprar uma posição de controlo na Media Capital, não estando interessada nos 30 por cento que agora ficaram disponíveis com a inviabilização do negócio da PT, disse à Lusa fonte oficial do grupo. Interesse semelhante tem a Ongoing Investments.

"Nunca estivemos interessados em comprar 30 por cento da Media Capital. Estamos interessados em comprar posições de controlo, participações maioritárias, e não participações minoritárias", disse a mesma fonte, não rejeitando a hipótese de comprar toda a empresa, se esta for posta à venda.

"Se a Prisa quiser vender toda a Media Capital, a Cofina pode olhar para o dossier", afirmou.

O primeiro-ministro, José Sócrates, afirmou hoje que o Governo já comunicou à administração da Portugal Telecom (PT) e aos seus representantes na empresa que se irá opor à compra de 30 por cento da Media Capital, que controla a TVI.

"O Governo decidiu hoje falar esta manhã com a administração da PT para comunicar que se oporá a que esse negócio possa ser feito. Demos já essa orientação aos representantes do Estado na empresa. Compreendemos o interesse empresarial da PT mas esperamos que possa prosseguir esse interesse de outra forma, porque o Governo não quer que haja a mínima suspeita de que esta compra de parte da TVI se destina a qualquer alteração na sua linha editorial", disse José Sócrates.

A Lusa contactou a Ongoing Investments - dona do Diário e Semanário Económico - acerca do seu interesse na Media Capital, tendo fonte oficial do grupo remetido para as declarações feitas no início desta semana.

"Estaríamos disponíveis para discutir a eventual entrada na Media Capital se estivesse em causa uma operação de controlo (superior a 50 por cento), se preço fosse aceitável e tivéssemos capital para investir", referiu o administrador da Ongoing, Rafael Roja.


AL/PMF/PMC.

Lusa

Mais Notícias

Outras Notícias GMG