Strauss-Khan

Empregada que acusou Strauss-Kahn

Nafissatou Diallo agradece o apoio de todos

"Agradeço a todos os que me apoiaram em todo o mundo. Agradeço a Deus, que Deus vos abençoe a todos". Estas foram as palavras, breves, que Nafissatou Diallo, empregada do hotel Sofitel Nova Iorque, disse à saída do tribunal aos jornalistas depois de selar um acordo com os advogados de Dominique Strauss-Kahn, o ex-diretor-geral do FMI, que era por ela acusado de agressão sexual a 14 de maio de 2011.