serviços secretos

Fernando Cavaleiro Ângelo

“Secreta militar ajudou a desmantelar grupos extremistas”

A seguir ao 25 de Abril de 1974 Portugal teve nos serviços secretos militares a "arma" para combater as atividades extremistas. Ao mesmo tempo a DINFO ajudou a expulsar espiões russos e nas relações em Moçambique com a RENAMO. Fernando Cavaleiro Ângelo, antigo operacional conta várias operações e destaca a importância desta entidade para homenagear os agentes "na sombra".