religião

Francisco Louçã

Novo livro de Francisco Louçã

"Para se ter sucesso numa rede social a melhor receita é o máximo de raiva"

O título do mais recente livro de Francisco Louçã é provocador: O Futuro Já Não É O Que Nunca Foi. É a vez do político e economista ser substituído pelo ensaísta e em duzentas páginas confrontar o leitor com uma análise de um nada admirável mundo novo. Outros lançamentos: D. António Ribeiro, de José António santos e Ricardo de Saaverda, e Einstein e Lenine em Moscovo, de Boris Hessen

Comunidade islâmica de Lisboa

"Não poder vir fazer as orações à mesquita incomodou muito os fiéis"

O encerramento das mesquitas e a transmissão das orações por via digital encontrou alguma resistência por parte dos fiéis muçulmanos. David Munir, imã da Mesquita Central de Lisboa, afirma que têm recebido mais pedidos de ajuda desde o início da pandemia e que a missão dos religiosos é dar às pessoas uma espécie de calmante espiritual.

Exclusivo

Brasil

12 de outubro de 1995, o dia em que quase estalou uma guerra santa no Brasil

Há 25 anos, um bispo da IURD pontapeou na TV uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida, a padroeira do país. O caso incendiou a opinião pública, mobilizou o então presidente, Fernando Henrique Cardoso, o Congresso Nacional e até o Papa João Paulo II. Especialistas concordam que a data é "um marco" na história da religião no país.