Oceanos

Fabien Cousteau

"O meu avô dizia: para filmar um peixe, temos de nos tornar um peixe"

Neto mais velho de Jacques-Yves Cousteau, Fabien ainda tentou carreira no marketing, mas a força do apelido foi mais forte e tornou-se um aquanauta. Depois de uma participação na Glex Summit 2021, organizada pelo Clube de Exploradores de Nova Iorque e pela Expanding World, de Manuel Vaz, falou ao DN por zoom sobre passar 31 dias debaixo de água, a necessidade de investir tanto em explorar os oceanos como o espaço e sobre o seu laboratório submarino Proteus.