Mário Cordeiro

Mário Cordeiro

O coronavírus e a necessidade de verdade epidemiológica

Às vezes fico com a sensação de "estar em contramão na autoestrada". Todos os dias "lemos e ouvimos" os dados revelados pela DGS. Casos, óbitos, internamentos, cuidados intensivos e "recuperados". Depois, desdobrados por regiões, e sem qualquer taxa relativa à população (tão diferente!) de cada região. Vemos esta ligeireza científica nos telejornais, nos colunistas, nos participantes de n painéis dos canais de televisão, nas redes sociais, nos políticos que comentam a pandemia, encartados como epidemiologistas - coisa que, para mim, requereu anos e anos de especialização e aprendizagem constante - ou de epidemiologistas que, depois, vêm a ser candidatos autárquicos, etc. Ainda hoje tive a oportunidade de ver alguém a dizer que se vacina mais no centro do que em Lisboa e vale do Tejo sem ter o cuidado (e o respeito pelos espectadores) de falar do processo e de como, em vilas ou cidades com menos habitantes, uma "caixa" de vacinas dá para vacinar idades mais jovens, para não haver desperdício de vacinas.

Mário Cordeiro

"A vida moderna tornou-se insustentável para as famílias"

É, simultaneamente, uma realidade dos nossos dias e o nome do mais recente livro do pediatra Mário Cordeiro, lançado hoje em Lisboa. Pais Apressados, Filhos Stressados é um guia simples para saber tudo o que pode fazer para mudar a sua vida antes que ela o faça perder a cabeça. E a dos seus filhos. Texto de Ana Pago Todos os pais sabem que um dia é pouco para madrugar, correr para o duche, arranjar os miúdos, levá-los à escola, voar para o emprego, trabalhar sem pausas, ir buscar os filhos, ajudá-los a fazer os trabalhos de casa, dar-lhes banho, [...]