Maria das Dores Meira

Maria das Dores Meira

Regionalização. Desígnio constitucional prometido e sempre adiado

A regionalização é, sem qualquer dúvida, tema de enorme importância para a democracia portuguesa. Tão importante que andamos a discuti-la há mais de 40 anos e já a sujeitámos a um referendo. Tão importante que motiva iniciativas em que se muda alguma coisa para que tudo fique na mesma, como aconteceu na eleição combinada dos presidentes das CCDR pelo voto de membros das assembleias municipais, vereadores e presidentes de câmara, no que constituiu um simulacro do que se pretende que seja, de facto, a regionalização do país com regiões administrativas e com órgãos próprios eleitos, mas pelo voto popular.