Jean-Luc Godard

Ciclo jean-luc godard: por João Lopes

Como um campo de batalha

Depois de O Acossado (1959), a primeira metade da década de 60 foi para Jean-Luc Godard um tempo de fulgurante criatividade. Através de títulos como Viver a Sua Vida (1962), O Desprezo (1963) ou Uma Mulher Casada (1964), afirmou-se não apenas como um dos símbolos da Nova Vaga francesa, mas também como um genuíno experimentador, expandindo a linguagem cinematográfica para além dos seus limites clássicos, ainda que mantendo um enorme respeito pela herança dos mestres do passado.