Geopolítica

Geopolítica do Covid-19

"Máquina de propaganda chinesa tornou esta crise numa oportunidade"

Entrevista a Luís Tomé, Diretor do Departamento de Relações Internacionais da Universidade Autónoma de Lisboa. Participa esta quinta-feira às 18.00 no webinar Espaço Euroasiático em tempos de Covid-19 com Licínia Simão (Feuc) e Vasco Rato (IDN). A moderação é de Cátia Miriam Costa, do CEI-ISCTE. O evento faz parte de um ciclo organizado pelo ISCTE e IDN com o apoio do DN. Aberto ao público (inscrições aqui).

Geopolítica

Brasil na NATO improvável, na OCDE mais do que justo

Na Batalha de Montese, em meados de abril de 1945, a Força Expedicionária Brasileira (FEB) obteve a sua maior vitória sobre os nazis, mas sofreu 400 baixas, entre mortos, feridos e desaparecidos. Três semanas depois, a Segunda Guerra Mundial terminava na frente ocidental e o Brasil figurava pelo seu sacrifício em Itália como o único país latino-americano a ter contribuído para a derrota da Alemanha hitleriana com tropas combatentes na própria Europa.

Exclusivo

Geopolítica

5 anos. A Crimeia é russa mesmo que Ocidente não goste

Em março de 2014, no auge da rebelião na Ucrânia que derrubou o regime pró-russo de Viktor Ianukovitch, forças russas ocupavam a Crimeia e Moscovo decretava a 18 a anexação da península e a sua plena integração na Federação Russa. Era o início de uma crise que, cinco anos depois, continua a envenenar as relações entre a Rússia e o Ocidente.