Damasceno Dias

Damasceno Dias

A ternura dos "60"

À medida que o mercado de trabalho se estreita e a contenção obriga a racionalizar cada vez mais os recursos humanos, para além do flagelo do desemprego que tal acarreta, começa a emergir no nosso tecido organizacional uma outra realidade; o que fazer com as pessoas com mais de 60 anos - o(a)s tais, que estão conotado(a)s com o mito de que não gostam de trabalhar à mediada que a idade da reforma se aproxima e que são muito caros para a energia que as organizações nos tempos modernos precisam? Enfim, estereótipos baseados em idade que estão cada vez mais impregnados na nossa sociedade.