D. João VI

"Visão de D. João VI como medroso que abandonou o povo português foi propaganda de Napoleão"

Armando Seixas Ferreira

“Visão de D. João VI como medroso que abandonou o povo foi propaganda de Napoleão"

Em 1821-O Regresso do Rei, Armando Seixas Ferreira conta a viagem e a chegada de D. João VI a Lisboa, 13 anos depois de ter partido com a Corte para o Brasil, onde fez do Rio de Janeiro a capital do Império, evitando assim a captura pelos invasores franceses, como acontecera ao seu cunhado, Fernando VII de Espanha. Jornalista a fazer uma incursão pela história, o autor enquadra bem toda a época, sobretudo o impacto dos anos brasileiros do rei.