Câmaras municipais

COVID-19

Câmaras gastaram 31 ME no combate à pandemia

Máscaras, serviços de limpeza e desinfeção, hospitais de campanha, testes de rastreio ou de imunidade, ajuda social, computadores ou publicidade às medidas de prevenção do novo coronavírus. Em tudo isto e muito mais as autarquias portuguesas gastaram, pelo menos, 31 milhões para responder à pandemia, contabilizou o DN através da análise de 358 contratos públicos com a designação covid-19. Cascais foi o município que mais investiu, desde março.