Surto com 19 infetados na Misericórdia de Portalegre

Na sequência deste surto, as visitas aos utentes da Santa Casa da Misericórdia de Portalegre foram canceladas.

Um surto de covid-19 na Santa Casa da Misericórdia de Portalegre regista 19 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, entre utentes e funcionários, revelou esta terça-feira a provedora da instituição, Luísa Moreira.

De acordo com a responsável, em declarações à Lusa, estão, nesta altura, "12 utentes e sete funcionários" infetados.

"Há muitas pessoas que testaram positivo, mas toda a gente está vacinada, não temos ninguém com sintomas. Estamos todos calmos e tranquilos", disse.

Na sequência deste surto, as visitas aos utentes da Santa Casa da Misericórdia de Portalegre foram canceladas.

"Isto [infeção] está sempre a mudar, temos funcionários que já fizeram o período de quarentena e já voltaram", relatou.

A Misericórdia está "a fazer testes a toda a gente, com a colaboração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA)", cujos profissionais "têm sido incansáveis", acrescentou a responsável.

No dia 11 de novembro de 2020, ocorreu o primeiro surto de covid-19 na Santa Casa da Misericórdia de Portalegre, tendo o mesmo sido dado como "resolvido" no início de janeiro de 2021 tendo, na altura, falecido 15 utentes.

A covid-19 provocou 5 537 051 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência AFP.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG