Sindicato suspende greve no Metro Sul do Tejo

Greve estava marcada para dia 2 de novembro e foi suspensa após as partes terem começado as negociações

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário anunciou hoje que a greve convocada para 2 de novembro no Metro Sul do Tejo (MST) foi suspensa, depois de as partes terem iniciado negociações.

"Depois de feita uma auscultação aos trabalhadores considera-se que estão criadas as condições para a suspensão da luta de dia 2 de novembro, com a retirada do pré-aviso de greve, o que já foi transmitido à administração da MTS e ao Ministério do Trabalho", refere o sindicato em comunicado.

A administração da empresa e o sindicato reuniram na terça-feira, tendo estado em cima da mesa das negociações questões como os salários, as condições de trabalho, o Acordo de Empresa ou as avaliações.

"Nesta reunião foi acordada a realização de duas reuniões em novembro, nos dias 9 e 22, abrindo-se, assim, um processo de negociação que a administração recusou na sequência da entrega do caderno reivindicativo", salienta o documento.

O sindicato garante que vai para as negociações "com toda a abertura para evoluir na discussão", mas deixa o aviso de que a greve suspensa pode ser retomada a qualquer altura

Mais Notícias

Outras Notícias GMG