Retomada vigilância na Foz do Arelho devido a suspeita de casal desaparecido

Casal com cerca de 20 anos foi avistado junto ao mar e depois deixou de ser visto, mas não há indícios que confirmem desaparecimento

A Autoridade Marítima mantém hoje uma "vigilância apertada" na Foz do Arelho, Caldas da Rainha, após o alerta do possível desaparecimento de um casal naquela praia na sexta-feira, disse o Capitão do Porto de Peniche.

"Mantemos a vigilância apertada com duas equipas de buscas no local e aguardamos que haja notícia de qualquer tipo de desaparecimento, que até agora não foi reportado" disse à agência Lusa Marcos Augusto, Capitão do Porto de Peniche.

O possível desaparecimento do casal, com cerca de 20 anos, foi, na sexta-feira, relatado por populares mas, segundo o comandante, "não encontrámos qualquer tipo de indício que confirme o seu desaparecimento".

O casal, "na casa dos 20 anos, que trajava com vestuário de cores escuras, foi avistado junto ao mar entre as 18:00 e as 18:30 por uma cidadã que, num momento em que se encontrava ao telefone, deixou de os ver", dando o alerta devido ao estado do mar que se encontrava revolto.

Na sexta-feira o mesmo responsável adiantou que, segundo os relatos dos populares, o casal chegou a ser visto com a roupa molhada, depois de ter sido surpreendido pelo mar.

A vigilância efetuada na sexta-feira até às 22:00 horas foi esta manhã retomada, com duas equipas da polícia marítima e da Autoridade Marítima Nacional a efetuarem buscas por terra que se deverão manter até ao final do dia de hoje.

"Caso não sejam encontrados indícios e não seja reportado o desaparecimento passaremos a vigilância normal", adiantou Marcos Augusto.

A zona da Foz do Arelho, como outras do país, encontra-se sob agitação marítima forte, motivo pelo qual a região está sob 'Aviso Laranja'.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG