Restaurante aberto em Espinho e jogo ilegal em Gaia. PSP passa multas e faz detenções

Valor mínimo da multa a aplicar aos restaurantes e similares que não respeitem as atuais restrições de funcionamento é de 2000 euros.

A PSP multou cinco clientes e o proprietário de um restaurante em Espinho, no distrito de Aveiro, por violaram as regras do estado de emergência em vigor, informou esta sexta-feira aquela força policial. Em comunicado, a PSP esclarece que na quinta-feira, cerca das 14:00, verificou que o estabelecimento de restauração e bebidas "estava em pleno funcionamento, com a porta de acesso principal aberta e atendendo cinco clientes, os quais estavam sentados, em espaço interior, ocupando mesas separadas".

Segundo a PSP, foi levantado um auto de contraordenação ao proprietário do restaurante, por inobservância das regras de funcionamento dos estabelecimentos de restauração e similares, estando prevista coima no valor mínimo de dois mil euros.

Os cinco clientes foram também autuados, por inobservância do dever geral de recolhimento domiciliário, cuja infração tem prevista uma coima de valor mínimo de 200 euros.

Na terça-feira, a PSP de Espinho já tinha multado o proprietário de um café e 11 pessoas que estavam a confraternizar na esplanada do estabelecimento, a consumir bebidas alcoólicas e a jogar às cartas.

Portugal continental entrou no dia 15 num novo confinamento geral, devido ao agravamento da pandemia de covid-19, com os portugueses sujeitos ao dever de recolhimento domiciliário, estando ainda previsto o encerramento do comércio e restauração, com exceção dos estabelecimentos de bens e serviços essenciais. A restauração pode, no entanto, funcionar em regime de 'take-away' ou entregas ao domicílio.

Três detidos em Gaia

Já em Vila Nova de Gaia, a PSP deteve três homens que jogavam cartas a dinheiro num estabelecimento de restauração, a funcionar em violação das regras de confinamento associadas à covid-19. Os factos ocorreram na tarde de quinta-feira, na Rua Visconde das Devesas, e os três detidos, todos residentes naquele concelho do distrito do Porto, têm idades entre 36, 51 e 59 anos de idade.

De acordo com informações do Comando Metropolitano do Porto da PSP, durante a operação foram ainda intercetadas e identificadas cinco outras pessoas em incumprimento das medidas e normativos de proteção e segurança no contexto da presente situação epidemiológica".

A policia disse ter elaborado 12 autos de notícia por contraordenação relacionada com o desrespeito do dever de recolhimento domiciliário, inobservância do dever de encerramento do estabelecimento comercial e incumprimento do uso de máscara ou viseira de proteção.

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 278 mortes e 13 200 novos casos de covid-19.

A covid-19 provocou já, pelo menos, 2.176.000 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG