Pornografia ou publicidade? Modelo da Playboy responde a críticos

A marca Bras N Things foi proibida de exibir a publicidade de lingerie após ter recebido várias queixas

Uma modelo australiana respondeu às críticas de que o anúncio publicitário de lingerie da Playboy em que participava era demasiado "sexual". A publicidade para a marca Bras N Things protagonizada por Simone Holtznagel deixou de ser exibida na Austrália após algumas pessoas terem dito que parecia "pornografia amadora", o que deixou a modelo chocada.

Simone afirmou nas redes sociais que as imagens apenas mostravam uma "mulher a sentir-se confiante e sexy de lingerie" e que este tipo de críticas prejudicavam a imagem das mulheres.

"Ao dizer que o meu corpo, e sentir-me confortável com o meu corpo, é algo 'errado' ou 'obsceno' estão a insultar e a magoar qualquer mulher que se identifique comigo", escreveu a modelo na publicação do Instagram em que divulgava o vídeo.

A publicidade era exibida num ecrã dentro da loja Bras N Things e foi banida pelo Departamento de Normas Publicitárias australiano, que diz ter recebido várias queixas, segundo o Huffington Post.

Apesar de admitir que "o nível de nudez era consistente com o de outros anúncios de lingerie", este departamento afirmou num relatório que a publicidade não deveria ter sido exibida numa loja de um centro comercial, onde crianças a podiam ver.

Além disso, a publicidade não mostrava a marca da loja e os responsáveis consideram que "na linha de lingerie em particular há um impacto mais sexualizado pois o foco é no corpo da mulher e não no que ela veste", continua o relatório citado pelo Huffington Post.

"Como se atrevem a sexualizar o meu corpo?", perguntou Simone Holtznagel, no Instagram. "Vocês pegam numa representação confiante e sem problemas do corpo de uma mulher normal e saudável que está a promover produtos para mulheres, e tornam [esta representação] ofensiva".

Uma das queixas enviadas para o Departamento de Normas Publicitárias dizia que Simone "se movia de modo sugestivos, girando e olhando lascivamente para a câmara - como num filme pornográfico muito amador".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG