Polícias britânicos à procura de antigo funcionário do Ocean Club

A imprensa britânica diz que a polícia acredita que há um antigo funcionário do "resort" da Praia da Luz que sabe mais do que disse às autoridades.

Segundo o Mirror, eventuais segredos guardados pelo funcionário do Ocean Club da Praia da Luz (Albufeira), onde os MacCann passavam férias em 2007, poderão, se desvendados, levar as autoridades a ficar mais perto de perceber o que efetivamente se passou.

Uma fonte policial portuguesa citada por aquele jornal britânico disse que as autoridades britânicas acham que este antigo funcionário não estará envolvido num eventual sequestro mas poderá saber quem o fez, provavelmente na sequência de um assalto que correu mal à casa que os MacCann ocupavam no aldeamento.

Com base nesta suspeita, a polícia britânica terá obtido mais tempo para investigar o caso. O funcionário em causa, fora dos radares policiais há muito, foi interrogado pela polícia logo dois dias após o desaparecimento de Maddie MacCann, em 3 maio de 2007.

A criança, então com três anos (faria quatro a 12 de maio), dormia no apartamento de férias, com o irmão mais novo, enquanto os pais, Kate e Gerry, jantavam com amigos no restaurante do Ocean Club. Pelas 22.00 os pais ter-se-ão apercebido que a filha desaparecera, surgindo depois o alerta.

Kate e Gerry têm mantido desde então a convicção de que Maddie estará viva. Se fosse verdade, teria hoje quase 14 anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG