Corroios. Cerco policial chegou ao fim, com um suspeito detido e dois em fuga

PSP foi recebida a tiro no bairro da Quinta das Lagoas e montou um cerco policial que durou toda a tarde

Ao fim de quase oito horas, acabou o cerco policial no bairro da Quinta das Lagoas, em Corroios, onde agentes da PSP foram esta terça-feira recebidos a tiro. Segundo avança a TVI, terá sido detido um suspeito e outros dois continuam a monte.

A operação policial que contou com dezenas de operacionais, teve início pouco antes das 12:30, no bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal.

Os agentes, que se deslocaram ao bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, na sequência de "desordens e agressões", foram recebidos a tiro e responderam também com tiros, enquanto o grupo de suspeitos se escondeu no interior de um bar".

Segundo a PSP, nenhum agente foi ferido, mas, de acordo com uma fonte, o tiroteio terá ferido uma pessoa.

A meio da tarde, a PSP anunciava ter avançado para negociações com os suspeitos. "Será iniciado o contacto verbal com os suspeitos - negociação - tendendo a resolver os incidentes sem necessidade de intervenção tática", afirmava, por volta das 17.30 horas, a comissária da PSP Sara Ferreira, em declarações aos jornalistas no local.

A PSP tinha montado no bairro um enorme cerco policial que contava com o apoio do Grupo de Operações Especiais.

Devido ao prolongar da situação , os serviços municipais de proteção civil da Câmara Municipal do Seixal já tinham inclusive organizado a distribuição de refeições aos moradores que regressavam à Quinta das Lagoas ao final do dia, uma vez que ninguém pôde entrar ou sair do bairro durante várias horas.

Segundo a comissária, foi pelas 12:20 que a PSP foi chamada à Rua Bento Gonçalves e, ao chegarem ao local, os agentes "depararam-se com suspeitos armados que dispararam contra si, tendo os polícias ripostado recorrendo igualmente a armas de fogo".

"Foram de imediato reforçados os meios no terreno de forma a criar perímetros de segurança, simultaneamente que impeçam a fuga dos suspeitos e que garantam a segurança da população", disse a comissária.

O bairro Quinta das Lagoas é uma das zonas de construçã ilegal do concelho do Seixal e está abrangido por projetos de realojamento desde 2015.

atualizado às 20.21

Mais Notícias

Outras Notícias GMG