PJ detém homem de 72 anos suspeito de atear incêndio florestal

O incêndio colocou em perigo uma área florestal e propriedades agrícolas

A Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, anunciou hoje que deteve, com a colaboração da GNR, um homem de 72 anos suspeito de ter ateado na quinta-feira um incêndio em área florestal.

O fogo consumiu cerca de um hectare de mato e de terrenos agrícolas incultos, junto à localidade de Bemposta, no concelho de Mogadouro, distrito de Bragança.

Segundo a PJ, o incêndio colocou em perigo área florestal e propriedades agrícolas que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos meios de combate, designadamente dos bombeiros, um meio aéreo e ainda de populares.

Este ano, a PJ já identificou e deteve 57 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG