Pais de alunos de Santa Comba Dão denunciam escola sem aquecimento há meses

200 alunos frequentam Escola EB 2,3 de Santa Comba Dão. Equipamento avariou definitivamente em 2015

Duzentos alunos que frequentam a Escola EB 2,3 de Santa Comba Dão encontram-se sem aquecimento há vários meses, denunciou hoje a associação de pais e encarregados de educação deste estabelecimento de ensino.

Em comunicado, o presidente da direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação de Santa Comba Dão, Luís Nunes, explicou que as salas de aula não têm aquecimento há vários meses, o que está "a prejudicar as condições de trabalho e de aprendizagem dos professores e dos cerca de 200 alunos que frequentam este estabelecimento de ensino".

"O equipamento de aquecimento central - reparado sucessivamente ao longo dos últimos anos - avariou definitivamente em 2015, tendo sido identificado como um fator de risco para a segurança caso fosse ativado. Esta situação arrasta-se há meses, sendo do conhecimento da DGeste [Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares] e do Ministério da Educação", acrescentou.

De acordo com o representante dos pais e encarregados de educação, o facto de este inverno estar a ser menos rigoroso tem permitido disfarçar esta situação.

"Mas, as últimas semanas, marcadas por noites e manhãs geladas, deram origem a queixas sistemáticas das crianças. Nem soluções improvisadas pontualmente por alguns professores conseguem disfarçar o frio que impede os alunos até de escrever normalmente", sublinhou.

A Associação de Pais de Santa Comba Dão espera que "esta situação possa ser corrigida o mais rapidamente possível", deixando a garantia de que "não exclui quaisquer formas de protesto público", caso a situação se mantenha.

A agência Lusa tentou contactar, por diversas vezes, a diretora do Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão, Madalena Dinis, que se mostrou indisponível para prestar declarações.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG