Natureza, cultura e esperança, pelo futuro do planeta

National Geographic junta a primatóloga Jane Goodall, a fotógrafa Jodi Cobb e o ativista Tristam Stuart em Lisboa

Jane Goodall, a mais lendária dos primatólogo, está hoje em Lisboa para falar sobre a sua visão do mundo, que engloba natureza e animais, as culturas humanas e muita esperança. Ela é uma dos oradores da National Geographic Summit 2017, que decorre hoje e amanhã no Teatro Tivoli, e que conta também com a participação da fotógrafa Jodi Cobb e do ativista e explorador Tristam Stuart.

Esta é a primeira vez que a National Geographic realiza uma conferência em Portugal, o que se inscreve "no compromisso de mobilizar e inspirar os portugueses", como sublinhou ao DN Vera Pinto Pereira, diretora da National Geographic Partners para Portugal e Espanha. "Considerámos que faz todo o sentido proporcionar uma experiência ao vivo da National Geographic ao público português, reunindo o poder inigualável de cientistas, exploradores e aventureiros, que nos inspiram a uma visão mais ampla do planeta e da humanidade, para agirmos hoje mesmo para um futuro melhor", afirmou a responsável.

A realização desta conferência, que inclui sessões especiais, amanhã, de Jane Goodall com alunos de escolas portuguesas, e um encontro de Jodi Cobb com fotógrafos portugueses, é também um sinal da intensificação de atividades que a National Geographic tenciona promover em Portugal. Sublinhando que a instituição tem "reforçado os laços" com Portugal, com "bolsas que financiam o trabalho de investigadores portugueses em projetos em território nacional e lá fora", através da "revista feita para leitores portugueses" e da descoberta de "projetos e fotógrafos nacionais", ou ainda do canal televisivo, a responsável assegura que a intenção é "ir mais além", trazendo ao país "grandes contadores de histórias", como acontece agora com esta conferência.

Para Outubro está já agendada, aliás, a exposição Photo Ark, do fotógrafo da National Geographic Joel Sartore, que ficará patente no Porto. O projeto de Sartore é fotografar espécies ameaçadas antes que elas desapareçam e com isso inspirar as pessoas "para que se envolvam na conservação da biodiversidade do planeta".

À escolha dos três conferencistas para hoje presidiu a ideia de "representarem os valores da National Geographic", sublinha Vera Pinto Pereira. No caso de Tristram Stuart, que falará sobre o desperdício alimentar a nível global, a responsável justifica que ele "é um Explorador Emergente da National Geographic e um jovem ativista que tem sido capaz de mobilizar milhares de pessoas em todo o mundo para uma diminuição efetiva do desperdício alimentar". O tema não podia ser mais atual.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG