Múmia com 1500 anos calça ténis da Adidas?

Depois de reveladas imagens da descoberta da múmia começou a surgir a teoria de que esta é a prova de que é possível viajar no tempo.

Há dias foram divulgadas as primeiras imagens de uma múmia com cerca de 1500 anos descoberta nas montanhas Altai, na Mongólia. Um pormenor chamou a atenção de muitos dos que viram essas fotografias: a múmia tem calçado algo que se assemelha a uns ténis da marca Adidas, fundada em 1949 na Alemanha. A partir daí, começou a discussão na Internet: será esta a prova de que é possível viajar no tempo?

"Não sabia que havia Adidas nessa época!", comentou uma pessoa. "A múmia teve umas Adidas em primeira mão?", escreveu outra. "Deve ser um viajante no tempo. Sabia que iriam encontrar um mais cedo ou mais tarde", gozou outra.

Piadas e teorias da conspiração à parte, por agora foram apenas descobertas partes desta múmia, que parece ser o primeiro turquico (grupo linguístico que abrange desde os uigures na China aos turcos atuais) a ser sepultado na Ásia Central. Os restos mortais foram encontrados nas montanhas Altai, a cerca de 2800 metros de altitude, e estão a ser estudados pelos peritos do museu Khovd, na Mongólia.

B.Sukhbaatar, perito do museu, afirmou que parece tratar-se de uma mulher e que esta não seria da elite.

Junto às partes do corpo foram encontrados uma sela, um freio, os restos de um cavalo inteiro, um vaso de barro, uma chaleira de ferro, uma tigela de madeira e algumas roupas. Havia ainda almofadas, uma cabeça de ovelha e um saco de viagem onde foram colocados todo o corpo da ovelha, osso de cabra e uma bolsa de couro para o copo. "Estes achados mostram-nos as crenças e os rituais dos turquicos", afirmou o perito, citado pelo The Siberian Times.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG