Morreu o bispo Javier Echevarría, líder da Opus Dei

Javier Echevarría, morreu hoje aos 84 anos devido a uma insuficiência respiratória, na policlínica do Campus Biomédico de Roma

O bispo Javier Echevarría foi o terceiro líder da Opus Dei depois do seu fundador, José Maria Escrivá de Balaguer, e de Álvaro Portillo.

Nascido em Madrid a 14 de junho de 1933, estudou comércio em San Sebastián e em 1948 entrou na Opus Dei, uma das principais organizações católicas, com 90.000 membros, a maior parte dos quais laicos.

Javier Echevarría doutorou-se em 1953 em Direito Canónico na Universidade Angelocum, de Roma.

Em 1954, terminou os estudos eclesiásticos no Colégio Romano Sanctae Crucis e em 1955 doutorou-se em Direito Civil na Universidade de Madrid.

Na Opus Dei teve uma relação próxima com o fundador da organização, José Maria Escrivá de Balaguer, de quem chegou a ser secretário pessoal, e com ele viajou por toda a Europa para impulsionar o desenvolvimento da instituição.

Ordenado sacerdote a 07 de agosto de 1955, Echevarría passou, no ano seguinte, a fazer parte do Conselho Diretivo do Colégio Romano de Santa Cruz, posto que ocupou até 1961.

Entre 1960 e 1964 foi professor de Teologia Moral nos colégios Romano da Santa Cruz e Romani de Santa Maria.

Em 1962, foi nomeado comissário da Sagrada Congregação de Religiosos, em Roma, e em 1966 acedeu ao cargo de consultor do Conselho Geral da Opus Dei, no qual permaneceu até 1975.

Naquele ano, e depois da morte José Maria Escrivá de Balaguer, foi designado secretário-geral da Opus Dei, em substituição de Álvaro Portillo, que acedeu ao posto de presidente geral da instituição.

Em 1981, o Papa João Paulo II nomeou-o consultor da Congregação para as Causas dos Santos e, desde 1982, desempenhou o cargo de vigário geral da Prelatura Pessoal da Santa Cruz e da Opus Dei.

Depois da morte de Álvaro del Portillo, a 23 de março de 1994, Echevarría assumiu a direção da Opus Deis, tendo sido eleito para a liderança da organização em abril do mesmo ano.

Em 21 de abril de 1994, João Paulo II nomeou Echevarría prelado da Prelatura Pessoal da Opus Dei e a 21 de novembro bispo.

A 13 de novembro de 2013, Javier Echevarría manifestou a sua "incondicional reverência e obediência" ao Papa Francisco e expressou a sua "completa adesão" ao pontífice.

A Opus Dei tem sede em Roma e conta com universidades, escolas de negócios, escolas primárias e secundárias, escolas profissionais, residências universitárias, hospitais e residências para membros numerários, repartidas por mais de 60 países.

Investigação DN. Os segredos da Opus Dei

Opus Dei nas finanças do Governo e com força na banca

Críticos dentro da Igreja não desviam obra do 'Caminho'

"Tanto me faz que uma pessoa do Opus seja presidente da AR ou mulher de limpeza"

'Index' proíbe 79 livros de autores portugueses

Caminho do Opus Dei deve ser a transparência

O passaporte de Lúcia e as desconfianças da PIDE

"Cilício e chicotadas não são nada comparados com a violência psicológica"

O 'padrinho' Queiroz, os negócios com Roma e um juiz contra a IVG

Caminho do Opus Dei deve ser a transparência

Freud e Marx, os mais censurados na não ficção

Mais seis mil membros só na última década

Mais Notícias

Outras Notícias GMG