Medina: "Estou tranquilo com tudo aquilo que conheço"

Em conferência de imprensa à porta da Câmara Municipal de Lisboa, o presidente da autarquia, Fernando Medina, diz estar tranquilo e colaborante com as investigações. Confirma que são oito projetos da altura do ex-vereador para o urbanismo, Manuel Salgado.

"Estamos a colaborar de forma muito ativa e clara e com muita vontade de colaborar com as entidades e autoridades para que tudo se esclareça", indicou Fernando Medina, presidente da câmara municipal de Lisboa em reações às buscas pela Polícia Judiciaria fez esta manhã à CML.

O presidente da CML indicou estar "tranquilo com tudo aquilo que conheço e que pode acompanhar e do que tenho decisão pelas minhas funções. Daí a minha obrigação em colaborar totalmente com a investigação. A CML é a instituição que está mais interessada no apuramento cabal dos factos".

"Nenhuma das pessoas visadas tem hoje funções no executivo mas reitero confiança nas pessoas que aqui trabalharam e nas que aqui trabalham e não tenho nenhum elemento que me faça questionar essa confiança, até ao momento. Sou o maior interessado em apoiar a investigação para que se desenvolva com a maior rapidez possível".

"Tivemos conhecimento que são oito processos, entre urbanismo e obras, com vários anos, alguns de 2016 outros de 2017 que têm sido notícia, e que correspondem a operações durante o período do trabalho do vereador Manuel Salgado. Processos muito debatidos, como Entrecampos, a Torre de Picoas o Hospital da Luz, amplamente discutidos", reforçou.

"Tenho uma palavra de confiança para dar sobre tudo aquilo que conheço sobre a prática do que tem sido no município de Lisboa", reforçou.

Outro dos processos são de uma denúncia da própria câmara ao ministério publico sobre obras da segunda circular de Lisboa. "O processo é agora retomado, esperamos que seja concluído rapidamente, somos os primeiros interessados", disse o presidente da CML.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG