Médica detida por sequestro do filho de três anos

Mulher regressava do Qatar quando foi detida. Mãe foi detida na semana passada

Uma médica acusada de ter sequestrado o filho foi detida em Lisboa, dias após a mãe, também médica, ter sido presa no Aeroporto de Francisco Sá Carneiro. Ambas as mulheres foram detidas pela PJ de Braga por terem alegadamente sequestrado a criança.

O menino de três anos a meio terá passado vários meses a viajar com a mãe, Helena Cristina, sem o consentimento do pai e "em desobediência a decisão do Tribunal de Família". Segundo o comunicado da PJ, a "arguida terá estado em vários países" e terá recebido apoio de familiares diretos.

Helena Cristina, que trabalhava no Hospital de Braga, segundo o Jornal de Notícias, foi detida quando regressava do Qatar e "presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas".

A avó do menino foi detida no aeroporto de Francisco Sá Carneiro na quinta-feira à noite, quando chegava do Brasil. Foi acusada de ter ajudado a filha a fugir com o menino de três anos, financiando a fuga.

Segundo o Correio da Manhã, o pai e um irmão de Helena Cristina foram detidos no sábado, também suspeitos de cumplicidade no sequestro.

Houve um aumento de 38% no número de casos de raptos parentais em 2016. Perto de 40 crianças foram sinalizadas como desaparecidas no ano passado ao Instituto de Apoio à Criança (IAC).

Do total de crianças desaparecidas, há quinze que ainda não foram localizadas, adiantam os dados do IAC.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG